terça-feira, 30 de setembro de 2008

Brasil se prepara para reforma ortográfica

O português é a terceira língua ocidental mais falada, após o inglês e o espanhol. As diferentes ortografias atrapalham a divulgação do idioma e a sua prática em eventos internacionais. Sua unificação, no entanto, facilitará a definição de critérios para exames e certificados para estrangeiros. Com as modificações propostas no acordo, calcula-se que 1,6% do vocabulário de Portugal seja modificado. No Brasil, a mudança será bem menor: 0,45% das palavras terão a escrita alterada. Mas apesar das mudanças ortográficas, serão conservadas as pronúncias típicas de cada país.
 

 

O fim do trema está decretado desde dezembro do ano passado. Os dois pontos que ficam em cima da letra u sobrevivem no corredor da morte à espera de seus algozes. Enquanto isso, continuam fazendo dos desatentos suas vítimas, que se esquecem de colocá-los em palavras como freqüente e lingüiça e, assim, perdem pontos em provas e concursos.

O Brasil começa a se preparar para a mudança ortográfica que, além do trema, acaba com os acentos de vôo, lêem, heróico e muitos outros. A nova ortografia também altera as regras do hífen e incorpora ao alfabeto as letras k, w e y. As alterações foram discutidas entre os oito países que usam a língua portuguesa --uma população estimada hoje em 230 milhões-- e têm como objetivo aproximar essas culturas.

Não há um dia marcado para que as mudanças ocorram --especialistas estimam que seja necessário um período de dois anos para a sociedade se acostumar. Mas a previsão é que a modificação comece em 2008.

O Ministério da Educação prepara a próxima licitação dos livros didáticos, que deve ocorrer em dezembro, pedindo a nova ortografia. "Esse edital, para os livros que serão usados em 2009, deve ser fechado com as novas regras", afirma o assessor especial do MEC, Carlos Alberto Xavier.

É pela sala de aula que a mudança deve mesmo começar, afirma o embaixador Lauro Moreira, representante brasileiro na CPLP (Comunidade de Países de Língua Portuguesa). "Não tenho dúvida de que, quando a nova ortografia chegar às escolas, toda a sociedade se adequará. Levará um tempo para que as pessoas se acostumem com a nova grafia, como ocorreu com a reforma ortográfica de 1971, mas ela entrará em vigor aos poucos."

Tecnicamente, diz Moreira, a nova ortografia já poderia estar em vigor desde o início do ano. Isso porque a CPLP definiu que, quando três países ratificassem o acordo, ele já poderia vigorar. O Brasil ratificou em 2004. Cabo Verde, em fevereiro de 2006, e São Tomé e Príncipe, em dezembro.

António Ilharco, assessor da CPLP, lembra que é preciso um processo de convergência para que a grafia atual se unifique com a nova. "Não se podem esperar resultados imediatos."

A nova ortografia deveria começar, também, nos outros cinco países que falam português (Portugal, Angola, Guiné-Bissau, Moçambique e Timor Leste). Mas eles ainda não ratificaram o acordo.

"O problema é Portugal, que está hesitante. Do jeito que está, o Brasil fica um pouco sozinho nessa história. A ortografia se torna mais simples, mas não cumpre o objetivo inicial de padronizar a língua", diz Moreira.

"Hoje, é preciso redigir dois documentos nas entidades internacionais: com a grafia de Portugal e do Brasil. Não faz sentido", afirma o presidente da Academia Brasileira de Letras, Marcos Vilaça.

Para ele, Portugal não tem motivos para a resistência. "Fala-se de uma pressão das editoras, que não querem mudar seus arquivos, e de um conservadorismo lingüístico. Isso não é desculpa", afirma.
 
As principais mudanças para os brasileiros:


As mudanças afetam apenas a grafia das palavras. Permanecem inalteradas as pronúncias típicas de cada país. As modificações mais significativas são:

1. As letras "k", "w" e "y" são incorporadas ao alfabeto, que passa a ter 26 letras;

2. As regras de hifenização foram simplificadas. Agora não se usa mais hífen quando o prefixo termina em vogal e o segundo elemento começa com uma vogal diferente (ex: autoescola);

3. Algumas palavras passam a ter grafia dupla, a fim de contemplar diferentes pronúncias (ex: gênio/génio);

4. Extinção do trema, a não ser em nomes próprios e seus derivados (ex: palavras como "freqüência" e "eloqüencia" passam a ser frequência, eloquência);

5. O acento agudo deixa de ser utilizado para diferenciar "pára" (verbo) de "para" (preposição), por exemplo;

6. O acento agudo também está abolido nos ditongos abertos "ei" e "oi" de palavras paroxítonas (ex: "idéia" passa a ser "ideia");

7. O acento circunflexo deixa de existir em palavras terminadas em hiato "oo" (como "enjôo") e nas terceiras pessoas do plural do presente do indicativo e subjuntivo dos verbos "crer", "dar", "ler", "ver" e seus derivados (as grafias passam a ser "creem", "deem", "leem" e "veem").
 
 
L�ngua Portugesa
 

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Entenda o Brasil na obra de Machado de Assis


A mulher dos olhos de ressaca ou o morto que escreve as memórias da vida que passou – em comum eles trazem a origem. São personagens que nasceram da genialidade de um escritor de muita imaginação: Machado de Assis. Há exatos cem anos, o mais elegante dos nossos autores morria no Rio de Janeiro.

Machado de Assis deixou uma visão irônica, pessimista e perspicaz da vida carioca no fim do Império e começo da República. O Rio era uma cidade pobre, mas enfeitada. Provinciana, mas pretensiosa.

Uma das cidades mais bonitas do mundo também é uma das mais violentas do mundo. Cidade de brancos, pretos, mulatos, pobres, ricos e miseráveis. Uma cidade de todos, que desperta paixão de vive nela. Paixão capaz de inspirar a obra de um dos gênios da literatura mundial: Joaquim Maria Machado de Assis. 

 

Vista de cima, a cidade de Machado de Assis continua tão linda quanto era na época dele, no século 19. Mas naqueles tempos as ruas fediam. Havia assaltos à mão armada com navalha, os escravos maltratados por seus donos e mais de 84% da população eram analfabetos. O Rio de Janeiro que aparece nos romances, nos contos, nas crônicas e na poesia de Machado de Assis está longe de ser um Rio idealizado.

"Era um Rio de Janeiro modesto, pobre, sujo, com belezas naturais extraordinárias, mas era uma cidade muito acanhada", conta a escritora Nélida Piñon.

Um Rio de Janeiro de ruas por onde ele andava de bonde e passeava sob a luz de lampiões, elementos que inspiravam Machado de Assis a criar personagens que até hoje são a cara do Brasil. "Quem não se lembra de Capitu?", indaga uma senhora.

"Capitu, de uma certa forma, somos todos nós que sobrevivemos", afirma a atriz Fernanda Montenegro.

Nós, brasileiros, concentrados em uma única cidade amada. Tudo nesta cidade ajudou a fazer de Machado um dos maiores escritores da língua portuguesa.

"Dificilmente a obra de Machado de Assis seria a mesma se não tivesse o Rio de Janeiro como cenário", comenta a pesquisadora Martha de Senna.

"Ele, então, faz dessa cidade um feudo da criação", comenta a escritora Nélida Piñon.

O Rio era a capital do Império brasileiro quando ele nasceu em 1839, no Morro do Livramento. Machado era filho de uma lavadeira e de um operário e neto de escravos. Joaquim Maria Machado de Assis só freqüentou a escola primária, mas os pais de Machado de Assis sabiam ler, o que era raro na época tanto em famílias de pretos quanto de brancos. Como um menino gago, epilético, pobre e mulato conseguiu superar todos esses limites e se tornar um dos maiores escritores de nossa língua?

"Pela capacidade de adquirir conhecimento que ele cresce", afirma o presidente da Academia Brasileira de Letras (ABL), Cícero Sandroni.

Machado aprendeu a ser tipógrafo e começou a escrever. Aos 15 anos, publicou o primeiro poema. Começou a escrever artigos para jornais. Aprendeu sozinho francês. Depois, inglês. Ele ainda contestava os poderosos da época.

"Se você pensar, Machado, com 20 anos, escreveu sobre economia, atacando o ministro da Fazenda da época, Torres Homem. Machado defendeu o crédito, como um direito fundamental do homem", acrescenta o presidente da ABL, Cícero Sandroni.

Quando morreu, aos 69 anos, deixou obras primas como "Memórias Póstumas de Brás Cubas", "Quincas Borba", "Memorial de Aires", "Esaú e Jacó" e "Dom Casmurro". Uma obra criada há mais de um século e, entretanto, moderna até hoje. Por quê?

"Você entende o país lendo Machado de Assis", define a escritora Nélida Piñon.

O livro dele que provoca mais interpretações é "Dom Casmurro". Nele está a personagem feminina mais enigmática da literatura brasileira: Capitu, a "morena de olhos de ressaca" que teria traído o marido, Bentinho, com o melhor amigo dele, Escobar.

A atriz Fernanda Montenegro foi Capitu em uma leitura na Academia Brasileira de Letras (ABL). Ela acha que o marido sente ciúme, sim, mas não de Capitu.

"O Bentinho tem paixão pelo Escobar, numa adesão ao masculino de uma forma muito entusiasmada", acredita a atriz.

Bentinho e Capitu viviam na Rua Mata-Cavalos, hoje Rua do Riachuelo. A Rua do Ouvidor, por onde circulavam as elegantes daquela época, hoje não tem espaço para qualquer um circular. Uma curiosidade: o bairro do Cosme Velho, onde Machado de Assis viveu o fim da vida, aparece pouquíssimo em sua obra. A casa dele foi demolida.

Viúvo e solitário, ele encontrava alívio e alegria na Academia Brasileira de Letras, do qual foi um fundadores. E na palavra escrita, na qual deixou registrada a sua paixão pelo cidade que lhe deu régua, compasso e glória.
 
 
Fonte de pesquisa: Extraido do Portal Bom Dia Brasil, disponivel em <http://g1.globo.com/bomdiabrasil/0,,MUL777370-16020,00-ENTENDA+O+BRASIL+NA+OBRA+DE+MACHADO+DE+ASSIS.html> , acesso em 29 de Setembro de 2008

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Prêmio Comunicando Jesus na Web

O Prêmio Comunicando Jesus na Web é realizado por fases.

  1. Inscrição - 89 sites inscritos em sete categorias.
  2. Votação do Internauta - 697 votos válidos
  3. Jurados - 18 jurados participaram, 5 jurados avaliaram cada categoria.

Agradecemos aos 697 internautas que ajudaram votando nos sites e aos 18 jurados que avaliaram a parte técnica dos sites.

O resultado do prêmio e a entrega do troféu para os sites vencedores foi realizado no 1º Encontro do GADW, no dia 28 de outubro no Colégio da Liberdade.

Percentual de votos dos internautas e a nota final dos jurados:

  • Categoria Blogs - Sites inscritos = 7 - Total de votos na categoria = 372
    • Vencedor - Votos = 10,75%  - Nota Final = 83,4  
    • 2º Lugar - Votos = 54,42%  - Nota Final = 69,6  
    • 3º Lugar - Votos = 15,59% - Nota Final = 64,8  
    • Jurados: Eli Mendonça (APAC), Guilherme Silva (UCB), Ivo Mazzo (AAmO), Juliano Rodrigues (UEB), Vinicius Assef (Portal da Bíblia).
  • Categoria Educação - Sites inscritos = 9 - Total de votos na categoria = 325  
  • Categoria Evangelismo - Sites inscritos = 12 - Total de votos na categoria = 360  
    • Vencedor - Votos = 21,11% - Nota Final = 96,2  
    • 2º Lugar - Votos = 24,17% - Nota Final = 85  
    • 3º Lugar - Votos = 18,06% - Nota Final = 73,6  
    • Jurados: Belker Foster (GADW), Juliano Rodrigues (GADW), Lídia Braga (GADW), Marcio Smolen (IAP), Vinicius Assef (Portal da Bíblia). 
  • Categoria Igreja - Sites inscritos = 7 - Total de votos na categoria = 197 
    • Vencedor - Votos = 14,21% - Nota Final = 81,6 
    • 2º Lugar - Votos = 31,47% - Notal Final = 71,4  
    • 3º Lugar - Votos = 28,43% - Nota Final = 41  
    • Jurados: André Crins (Unasp), Manassés Queiroz (DSA), Roberto Passos (Advir), Rubens Zolotujin (UCB), Willian Souza (GADW).  
  • Categoria Ministério Jovem  - Sites inscritos = 15 - Total de votos na categoria = 306  
    • Vencedor - Votos = 12,09% - Nota Final = 83,6  
    • 2º Lugar - Votos = 25,16% - Nota Final = 80,4  
    • 3º Lugar - Votos = 19,61% - Nota Final = 69,4  
    • Jurados: Cícero Cavalcante (GADW), Helen Candido (IAP), Ivo Mazzo (AAmO), Tiago Moisés (APS), Wilian Souza (GADW).
  • Categoria Música - Sites inscritos = 12 - Total de votos na categoria = 370  
    • Vencedor - Votos = 10,27% - Nota Final = 88  
    • 2º Lugar - Votos = 18,92% - Nota Final = 82,6  
    • 3º Lugar - Votos = 19,19% - Nota Final = 74,2  
    • Jurados: Anderson Bavuso (GADW), Manassés Queiroz (DSA), Roberto Passos (Advir), Rubens Zolotujin (UCB), Tiago Moisés (APS).  
  • Categoria Portal - Sites inscritos = 27 - Total de votos na categoria = 381  
    • Vencedor - Votos = 20,47% - Nota Final = 87,2  
    • 2º Lugar - Votos = 11,81% - Nota Final = 76  
    • 3º Lugar - Votos = 14,17% - Nota Final = 65,2  
    • Jurados: André Crins (Unasp), Guilherme Silva (UCB), Marcio Smolen (IAP), Tiago Cavalli (GADW), Vinicius Assef (Portal da Bíblia).

terça-feira, 23 de setembro de 2008

31 sites muito úteis

01. Quando for comprar qualquer coisa não deixe de consultar o site GastarPouco.

02. Serviço dos cartórios de todo o Brasil, que permite solicitar documentos via internet:

www.cartorio24horas.com.br/index.php

03. Site de procura e reserva de hotéis em todo o Brasil ,por cidade, por faixa de preços, reservas etc.:

http://www.hotelinsite.com.br/

04. Site que permite encontrar o transporte terrestre entre duas cidades, a transportadora, preços e horários:

https://appweb.antt.gov.br/transp/secao_duas_localidades.asp'

05 . Encontre a Legislação Federal e Estadual por assunto ou por número, além de súmulas dos STF, STJ e TST:

http://www.soleis.adv.br/

06. Tenha a telinha do aeroporto de sua cidade em sua casa,chegadas e partidas:

www.infraero.gov.br/pls/sivnet/voo_top3v.inip_cd_aeroporto_ini=

07. Encontre a melhor operadora para utilizar em suas chamadas telefônicas:

http://sistemas.anatel.gov.br/sipt/Atualizacao/Importante..aspp'

08. Encontre a melhor rota entre dois locais em uma mesma cidade ou entre duas cidades, sua distância, além de localizar a rua de sua cidade:

http://www.mapafacil.com.br/

09. Encontre o mapa da rua das cidades, além de localizar cidades:

http://mapas.terra.com.br/Callejero/home.asp

10 Confira as condições das estradas do Brasil, além da distância entre as cidades:

http://www.dnit.gov.br/

11. Caso tenha seu veiculo furtado, antes mesmo de registrar ocorrência na polícia, informe neste site o furto.O comunicado às viaturas da DPRF é imediato:

www.dprf.gov.br/ver.cfmlink==form_alerta

12. Tenha o catálogo telefônico do Brasil inteiro em sua casa. Procure o telefone daquele amigo que estudou contigo no colégio:

http://www.102web.com.br/

13. Confira os melhores cruzeiros,datas, duração,preços, roteiros, etc.:

www.bestpricecruises.com/default.asp

14. Vacina anti-câncer (pele e rins). OBS: ESTA VACINA DEVE SER SOLICITADA PELO MÉDICO ONCOLOGISTA:

www.vacinacontraocancer.com.br/hybricell/home.html

15. Indexador de imagens do Google - captura tudo que é foto e filme de dentro de seu computador e os agrupa, como você desejar:

http://www.picasa.com/

16. Semelhante ao Internet Explorer , porem muito mais rápido eeficiente, e lhe permite adicionar os botões que desejar, ou seja, manipulado como você o desejar:

www.mozilla.org.br/firefox

17. Site de procura, semelhante ao GOOGLE:

http://www.gurunet.com/

18 . Site que lhe dá as horas em qualquer lugar do mundo:

www.timeticker.com/main.htm

19. Site que lhe permite fazer pesquisas dentro de livros:

http://www.a9.com/

20. Site que lhe diz tudo do Brasil desde o descobrimento por Cabral:

http://www.historiadobrasil.com.br/

21. Site que o ajuda a conjugar verbos em 102 Idiomas:

http://www.verbix.com/

22. Site de conversão de Unidades:

www.webcalc.com.br/conversões/area.html

23. Site para envio de e-mails pesados, acima de 50Mb:

http://www.dropload.com/

24. Site para envio de e-mails pesados, sem limite de capacidade:

http://www.sendthisfile.com/

25. Site que calcula qualquer correção desde 1940 até hoje, informando todos os indices disponiveis no mercado financeiro. Grátis para Pessoa Física:

http://www.debit.com.br/

26. Site que lhe permite falar e ver pela internet com outros computadores,ou LHE PERMITE FALAR DE SEU COMPUTADOR COM TELEFONES FIXOS E CELULARES EM QUALQUER LUGAR DO MUNDO GRÁTIS – De computador para computador, voz + imagem. De computador para telefone fixo ou celular:

http://www.skype.com/

27. Site que lhe permite ler jornais e revistas de todo o mundo.

www.indkx.com/index.htm

28. Site de procura de pessoas e empresas nos EUA. Só para achar a pessoa ou a empresa com endereço e telefone-GRATIS. Se quizer levantamento completo de tudo o que a pessoa tem como patrimonio, tudo que teve de problema judicial e financeiro, e outras coisas mais, ai pode custar até US$80,00 com valores intermediarios:

www.ussearch.com/consumer/index.jsp

29. Site de camaras virtuais, funcionando 24 hs por dia ao redor do mundo:

http://www.earthcam.com/

30. Site de mapas que identificam endereços do Brasil inteiro e dá sugestões de rotas:

http://www.ondeestou.com.br/

31. Blog Principe das Futilidades

principefutil.blogspot.com/

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Divulgado o mascote da Copa do Mundo de 2010 na África do Sul - Zakumi foi apresentado na cidade de Johanesburgo

 Faltando 626 dias para a Copa do Mundo de 2010, a organização do torneio na África do Sul apresentou nesta segunda-feira a mascote oficial da competição: Zakumi. Apesar de ter uma juba de leão, o mascote na verdae é um leopardo. O evento de divulgação foi realizado na cidade de Johanesburgo. A mascote oficial foi desenhada e produzida no país anfitrião e recebe o nome composto por "ZA", de África do Sul (na língua local), e "kumi", que significa o numeral dez em vários idiomas africanos.

De acordo com o porta-voz do comitê organizador da Copa do Mundo, Tim Modise, Zakumi também pode ser entendido como "vem aqui" em algumas línguas sul-africanas.

Segundo a organização do evento, Zakumi, inspirando em seus ídolos, tingiu o pêlo de verde para se camuflar no campo de futebol. O secretário geral da Fifa, Jerome Valcke, considerou que "Zakumi representa o povo, a geografia e o espírito dos sul-africanos". "E personifica a essência da Copa do Mundo de 2010. Estamos seguros de que nos divertirá nos preparativos, na Copa das Confederações 2009 e na Copa do Mundo", disse.

O criador do desenho é Andries Odendaal, da Cidade do Cabo. "Zakumi se orgulha de ser sul-africano e, por isso, é o embaixador ideal para a primeira Copa do Mundo africana. Nasceu em 1994, faz aniversário no mesmo ano da democracia de nosso país (no fim do apartheid). É jovem, cheio de energia, inteligente e ambicioso, uma autêntica inspiração para jovens e adultos de todos os países", afirmou Danny Jordaan, chefe executivo do comitê organizador do evento.

A tradição de se ter uma mascote oficial para a Copa do Mundo tem mais de 40 anos. O primeiro símbolo do torneio foi criado em 1966, na Inglaterra, com a mascote Willie.
 

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

A Alemaha por Dentro


 
 
Embora tenha sido o berço da Reforma Protestante, há menos adventistas na Alemanha, hoje, do que em muitas partes das Américas, África, Ásia e Sul do Pacífico. Como na maior parte da Europa, o pós-modernismo e secularismo fizeram da Alemanha um lugar difícil para a pregação do evangelho. Mais de um quarto dos alemães modernos não sentem necessidade de Deus e não praticam nenhuma religião.

A região da Europa Central, onde está a Alemanha, já era conhecida como Germânia, no ano 100 d.C. Carlos Magno uniu boa parte da Europa central e ocidental no ano 800 d.C, como parte do Santo Império Romano, que permaneceu até 1806. Durante o século XVI, o monge e teólogo Martinho Lutero iniciou a Reforma Protestante, no norte da Alemanha, e mudou o curso do cristianismo ocidental.

Após a Primeira Guerra Mundial, a Alemanha passou por uma depressão econômica e uma série de governos instáveis. Em 27 de fevereiro de 1933, o Reichstag, prédio do parlamento alemão em Berlim, pegou fogo. Esse evento é considerado por alguns como o catalisador que motivou a ascensão do partido nazista e conduziu Adolf Hitler ao poder.

Seis anos mais tarde, a Alemanha atacou a Polônia, desencadeando a Segunda Guerra Mundial. Após a guerra, a administração da Alemanha foi dividida entre França, União Soviética, Reino Unido e Estados Unidos. Posteriormente, a França, Inglaterra e os territórios americanos uniram-se como Alemanha Ocidental. O setor soviético tornou-se Alemanha Oriental.

Durante a maior parte do século vinte, a Alemanha foi o cerne da batalha pela supremacia entre a Europa Ocidental e a Oriental. A própria Berlim, localizada na metade oriental da Alemanha, foi dividida entre os dois lados.

Após o desmantelamento da União Soviética no fim dos anos 1980, foram investidas grandes quantias de dinheiro para melhorar a infra-estrutura da Alemanha Oriental e para criar um sistema de segurança social abrangente. Hoje, a Alemanha possui uma das economias mais fortes do mundo e os alemães desfrutam de um alto padrão de vida e relativa paz.

É o segundo país mais populoso na Europa (depois da Rússia) e abriga a terceira maior população de imigrantes do mundo.

 
 
 
Fonte de pesquisa: Extraido do prtal da adventist World em língua portuguesa, disponivel em <http://portuguese.adventistworld.org/article.php?id=403> acesso em 19 de Setembro de 2008 


quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Quadro de medalhas geral- Paraolimpíadas 2008

País Ouro Prata Bronze Total
China 89 70 52 211
Reino Unido 42 29 31 102
Estados Unidos 36 35 28 99
Ucrânia 24 18 32 74
Austrália 23 29 27 79
África do Sul 21 3 6 30
Canadá 19 10 21 50
Rússia 18 23 22 63
Brasil 16 14 17 47
10º Espanha 15 21 22 58
11º Alemanha 14 25 20 59
12º França 12 21 19 52
13º Coréia do Sul 10 8 13 31
14º México 10 3 7 20
15º Tunísia 9 9 3 21
16º República Tcheca 6 3 18 27
17º Japão 5 14 8 27
18º Polônia 5 12 13 30
19º Holanda 5 10 7 22
20º Grécia 5 9 10 24
21º Belarus 5 7 1 13
22º Irã 5 6 3 14
23º Cuba 5 3 6 14
24º Nova Zelândia 5 3 4 12
24º Suécia 5 3 4 12
26º Hong Kong 5 3 3 11
27º Quênia 5 3 1 9
28º Itália 4 7 7 18
29º Egito 4 4 4 12
30º Nigéria 4 4 1 9
31º Argélia 4 3 8 15
32º Marrocos 4 1 2 7
33º Áustria 4 1 1 6
34º Suíça 3 2 6 11
35º Dinamarca 3 2 4 9
36º Irlanda 3 1 1 5
37º Croácia 3 1 0 4
38º Azerbaijão 2 3 5 10
39º Eslováquia 2 3 1 6
40º Finlândia 2 2 2 6
41º Tailândia 1 5 7 13
42º Portugal 1 4 2 7
43º Noruega 1 3 3 7
44º Chipre 1 2 1 4
45º Letônia 1 2 0 3
46º Cingapura 1 1 2 4
46º Venezuela 1 1 2 4
48º Arábia Saudita 1 1 0 2
49º Hungria 1 0 5 6
50º Taiwan 1 0 1 2
50º Turquia 1 0 1 2
52º Mongólia 1 0 0 1
53º Israel 0 5 1 6
54º Angola 0 3 0 3
55º Jordânia 0 2 2 4
56º Lituânia 0 2 0 2
56º Sérvia 0 2 0 2
58º Argentina 0 1 5 6
59º Eslovênia 0 1 2 3
60º Bulgária 0 1 1 2
60º Colômbia 0 1 1 2
60º Iraque 0 1 1 2
63º Bósnia-Herzegóvina 0 1 0 1
63º Emirados Árabes Unidos 0 1 0 1
63º Papua-Nova Guiné 0 1 0 1
63º Paquistão 0 1 0 1
63º Romênia 0 1 0 1
68º Líbano 0 0 2 2
69º Bélgica 0 0 1 1
69º Estônia 0 0 1 1
69º Jamaica 0 0 1 1
69º Laos 0 0 1 1
69º Malásia 0 0 1 1
69º Namíbia 0 0 1 1
69º Porto Rico 0 0 1 1
69º Síria 0 0 1 1
- Afeganistão 0 0 0 0
- Albânia 0 0 0 0
- Andorra 0 0 0 0
- Antígua e Barbuda 0 0 0 0
- Antilhas Holandesas 0 0 0 0
- Armênia 0 0 0 0
- Aruba 0 0 0 0
- Bahamas 0 0 0 0
- Bahrein 0 0 0 0
- Bangladesh 0 0 0 0
- Barbados 0 0 0 0
- Belize 0 0 0 0
- Benin 0 0 0 0
- Bermudas 0 0 0 0
- Bolívia 0 0 0 0
- Botsuana 0 0 0 0
- Brunei 0 0 0 0
- Burkina Fasso 0 0 0 0
- Burundi 0 0 0 0
- Butão 0 0 0 0
- Cabo Verde 0 0 0 0
- Camarões 0 0 0 0
- Camboja 0 0 0 0
- Cazaquistão 0 0 0 0
- Chade 0 0 0 0
- Chile 0 0 0 0
- Congo 0 0 0 0
- Congo RD 0 0 0 0
- Coréia do Norte 0 0 0 0
- Costa do Marfim 0 0 0 0
- Costa Rica 0 0 0 0
- Djibuti 0 0 0 0
- Dominica 0 0 0 0
- El Salvador 0 0 0 0
- Equador 0 0 0 0
- Eritréia 0 0 0 0
- Etiópia 0 0 0 0
- Fiji 0 0 0 0
- Filipinas 0 0 0 0
- Gabão 0 0 0 0
- Gâmbia 0 0 0 0
- Gana 0 0 0 0
- Geórgia 0 0 0 0
- Granada 0 0 0 0
- Guam 0 0 0 0
- Guatemala 0 0 0 0
- Guiana 0 0 0 0
- Guiné 0 0 0 0
- Guiné-Bissau 0 0 0 0
- Guiné Equatorial 0 0 0 0
- Haiti 0 0 0 0
- Honduras 0 0 0 0
- Iêmen 0 0 0 0
- Ilhas Cayman 0 0 0 0
- Ilhas Comores 0 0 0 0
- Ilhas Cook 0 0 0 0
- Ilhas Marshall 0 0 0 0
- Ilhas Salomão 0 0 0 0
- Ilhas Virgens Britânicas 0 0 0 0
- Ilhas Virgens Norte Americanas 0 0 0 0
- Índia 0 0 0 0
- Índias Britânicas Ocidental 0 0 0 0
- Indonésia 0 0 0 0
- Islândia 0 0 0 0
- Kiribati 0 0 0 0
- Kuait 0 0 0 0
- Lesoto 0 0 0 0
- Libéria 0 0 0 0
- Líbia 0 0 0 0
- Liechtenstein 0 0 0 0
- Luxemburgo 0 0 0 0
- Macedônia 0 0 0 0
- Madagascar 0 0 0 0
- Maláui 0 0 0 0
- Maldivas 0 0 0 0
- Mali 0 0 0 0
- Malta 0 0 0 0
- Maurício 0 0 0 0
- Mauritânia 0 0 0 0
- Mianmar 0 0 0 0
- Micronésia 0 0 0 0
- Moçambique 0 0 0 0
- Moldova 0 0 0 0
- Mônaco 0 0 0 0
- Montenegro 0 0 0 0
- Nauru 0 0 0 0
- Nepal 0 0 0 0
- Nicarágua 0 0 0 0
- Níger 0 0 0 0
- Omã 0 0 0 0
- Palau 0 0 0 0
- Palestina 0 0 0 0
- Panamá 0 0 0 0
- Paraguai 0 0 0 0
- Peru 0 0 0 0
- Qatar 0 0 0 0
- Quirguistão 0 0 0 0
- República Centro-Africana 0 0 0 0
- República Dominicana 0 0 0 0
- Ruanda 0 0 0 0
- Samoa 0 0 0 0
- Samoa Americana 0 0 0 0
- San Marino 0 0 0 0
- Santa Lúcia 0 0 0 0
- São Cristóvão e Nevis 0 0 0 0
- São Tomé e Príncipe 0 0 0 0
- São Vicente e Granadinas 0 0 0 0
- Senegal 0 0 0 0
- Serra Leoa 0 0 0 0
- Seychelles 0 0 0 0
- Somália 0 0 0 0
- Sri Lanka 0 0 0 0
- Suazilândia 0 0 0 0
- Sudão 0 0 0 0
- Suriname 0 0 0 0
- Tadjiquistão 0 0 0 0
- Tanzânia 0 0 0 0
- Timor Leste 0 0 0 0
- Togo 0 0 0 0
- Tonga 0 0 0 0
- Trinidad e Tobago 0 0 0 0
- Turcomenistão 0 0 0 0
- Tuvalu 0 0 0 0
- Uganda 0 0 0 0
- Uruguai 0 0 0 0
- Uzbequistão 0 0 0 0
- Vanuatu 0 0 0 0
- Vietnã 0 0 0 0
- Zâmbia 0 0 0 0
- Zimbábue 0 0 0 0

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Jogos Paraolímpicos de Verão - Paraolímpiada de Pequim 2008


Data da cerimônia de Abertura dos Jogos Paraolímpicos de Pequim 2008
6 de setembro de 2008

Data da cerimônia de Encerramento dos Jogos Paraolímpicos de Pequim 2008
17 de setembro de 2008

Abertura oficial dos Jogos Paraolímpicos de Pequim 2008
Wen Jiabao - primeiro-ministro da China

Juramento do Atleta dos Jogos Paraolímpicos de Pequim 2008
A ser confirmado.

Entrada da Tocha Olímpica nos Jogos Paraolímpicos de Pequim 2008
A ser confirmado.

Local da abertura oficial dos Jogos Paraolímpicos de Pequim 2008
Estádio Olímpico de Pequim (Estádio Nacional de Pequim - Ninho de Pássaro)
 
 
Mascote dos Jogos Paraolímpicos de Pequim 2008
Fu Niu Lele - Mascote dos Jogos paraolímpicos de Pequim 2008
Fu Niu Lele - Mascote dos Jogos paraolímpicos de Pequim 2008
 
Diferentemente do que acontece nas Olimpíadas, os Jogos Paraolímpicos de Pequim-2008 terão apenas uma mascote: a vaquinha Fu Niu Lele. Lançada em 2006, dois anos antes do início das Paraolimpíadas, Fu Niu Lele não tem uma simbologia incrustada em si como é o caso dos Fuwa. No entanto, a vaquinha tem a seu favor o carisma e a identificação mundial que um animal milenar pode representar.

A vaquinha é desenhada sob o mesmo molde dos bonecos utilizados no Ano Novo chinês, mas destoa dos signos da cultura oriental por ter traços mais modernos. Fu Niu Lele tenta representar o conceito do espírito paraolímpico, uma vez que a vaca remete aos conceitos de esperança, sensibilidade, praticidade e diligência. Além disso, os criadores da mascote acreditam que o animal utilizado traz consigo um conceito fundamental não apenas para os Jogos Paraolímpicos, mas sim para a vida: a perseverança.

Outro fator determinante para a escolha de Fu Niu Lele para representar as Paraolimpíadas de Pequim-2008 foi o fato de a vaca, por ser o animal mais próximo do Homem, representar a harmonia entre a humanidade e a natureza. Mas nem por isso os organizadores deixaram de lado outro aspecto importante para uma mascote: o marketing. Por se tratar de uma vaquinha de design relativamente simples e de certo carisma, Fu Niu Lele será facilmente representada em vários tipos de material e, conseqüentemente, ajudará Pequim-2008 conquistar mais fãs e cifras durante os Jogos.

 
 

terça-feira, 16 de setembro de 2008

O que são as Paraolimpíadas (Jogos Paraolímpicos)?

 

Os primeiros Jogos Paraolímpicos (Paraolimpíada) foram realizados em 1960 em Roma. Da mesma forma que o Parapan é a versão dos Jogos Pan-Americanos para atletas com deficiências físicas, visuais ou mentais, os Jogos Paraolímpicos é a versão dos Jogos Pan-Americanos para atletas com essas deficiências.
 
História dos Jogos Paraolímpicos (Paraolimpíada)

O neurologista Sir Ludwig "Poppa" Guttmann é considerado o pai dos Jogos Paraolímpicos. Guttmann nasceu na cidade de Toszek na Alemanha (atualmente pertence a Polônia). Fugindo da perseguição aos judeus fugiu para a Inglaterra em 1944. Quatro anos depois começou a realizar competições com veteranos da II Guerra Mundial com lesões na medula. O sucesso da competição fez levar a realização de uma competição mundial nos mesmos moldes das Olimpíadas. Em 1960 foram realizados a primeira versão dos Jogos Paraolímpicos em Roma e em 1976 dos Jogos Paraolímpicos de Inverno em Örnsköldsvik, Suécia.
 
Paraolimpíadas de Verão - Jogos Paraolímpicos de Verão
Ano - Jogos - Cidade Acolhedora - País
Paraolímpicos de Verão 1960 - I - Roma - Itália
Paraolímpicos de Verão 1964 - II - Tóquio - Japão
Paraolímpicos de Verão 1968 - III - Tel Aviv - Israel
Paraolímpicos de Verão 1972 - IV - Heidelberg - Alemanha Ocidental
Paraolímpicos de Verão 1976 - V - Toronto - Canadá
Paraolímpicos de Verão 1980 - VI - Arnhem - Holanda
Paraolímpicos de Verão 1984 - VII - Stoke Mandeville e Nova York - Reino Unido e EUA
Paraolímpicos de Verão 1988 - VIII - Seoul - Coreia do Sul
Paraolímpicos de Verão 1992 - IX - Barcelona - Espanha
Paraolímpicos de Verão 1996 - X - Atlanta - Estados Unidos
Paraolímpicos de Verão 2000 - XI - Sydney - Austrália
Paraolímpicos de Verão 2004 - XII - Atenas - Grécia
Paraolímpicos de Verão 2008 - XIII - Pequim - China
Paraolímpicos de Verão 2012 - XIV - Londres - Reino Unido

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Brasil Livre da Rubeola - Perguntas e Respostas


A doença

1. O que é a rubéola?
A rubéola é uma doença aguda causada por vírus, muito contagioso, que se transmite com extrema facilidade. A pessoa doente pode apresentar manchas avermelhadas na pele, começando no pescoço, que depois se alastra para o tronco, pernas e braços.
2. Quais são as manifestações/sintomas da rubéola?
A doença é aguda porque os sinais principais aparecem rapidamente, as manchas no corpo (exantema) apresentam máxima intensidade no 2º dia e desaparecem até o 6º dia, durando em média de 5 a 10 dias, coincidindo, geralmente com o início da febre, que é baixa. Esses sinais colaboram para fazer a diferença com outras doenças que apresentam manchas no corpo. Podem estar presentes, também, alguns sintomas gripais, dor de cabeça, dores generalizadas, conjuntivite, coriza e tosse. É importante saber que a metade dos casos de rubéola são assintomáticos, ou seja, em 59% dos casos os sintomas não estão presentes, não são visíveis. O problema é que estes casos assintomáticos podem contagiar as pessoas suscetíveis, ou seja, pessoas desprotegidas, seja por não terem tido a doença, seja por não serem vacinadas.
3. Qual é o modo de transmissão da rubéola?
Os vírus são transmitidos de uma pessoa infectada para outra quando esta entra em contato direto com as gotículas de secreções que saem do nariz e da boca da pessoa infectada ao tossir, falar ou espirrar. A transmissão por meio de objetos contaminados, ou seja, a transmissão indireta, pode acontecer. Quando a grávida mantém contato com as gotículas de secreções de pessoa doente, mesmo assintomática, ela transmite o vírus para o bebê através da placenta. O vírus provoca infecção na placenta e no feto.

A rubéola não é uma doença grave o problema é quando ela é transmitida à mulher grávida. Neste caso a gestante pode abortar ou o bebê pode nascer morto, além disso o bebê pode nascer com a Síndrome da Rubéola Congênita (SRC) e apresentar alguns problemas que perduram por toda vida. Os problemas mais comuns são: deficiência auditiva (surdez), lesões oculares (retinopatia, catarata, glaucoma), problemas no coração (más formações cardíacas), problemas neurológicos.
4. Qual é o período de incubação da rubéola?
O período de incubação varia de 14 a 21 dias. A média é de 17 dias.
5. Qual é o período de transmissão do vírus da rubéola?
O período de transmissibilidade é de 5 a 7 dias antes do início do exantema, aproximadamente, e pelo menos de 5 a 7 dias depois.
6. Os países das Américas estabeleceram a meta de "Eliminação da rubéola e a Síndrome da Rubéola Congênita (SRC)" para o ano 2010?
Todos os países da região das Américas se comprometeram no ano de 2003, durante a 44ª reunião do Conselho Diretor da OPAS, em eliminar a rubéola e SRC, reafirmando este compromisso em outubro do ano de 2007 por meio da Resolução CD44.R1, em alcançar a meta de "eliminação da rubéola e da síndrome Síndrome da Rubéola Congênita (SRC)" para o ano 2010.

Síndrome da Rubéola Congênita

7. O que é a Síndrome da Rubéola Congênita (SRC)?
É a infecção do feto pelo vírus da rubéola, causando um conjunto de malformações, em especial quando ocorre no primeiro trimestre da gravidez.
8. Quais são as manifestações mais freqüentes da SRC?
As malformações mais freqüentes são: catarata, glaucoma, surdez, cardiopatia congênita (persistência do canal arterial, estenose aortica e pulmonar) e neurológica.
9. Por quanto tempo as crianças que nascem com a SRC podem transmitir o vírus?
As crianças com SRC podem transmitir o vírus e contaminar outras pessoas até um ano após o nascimento. É necessário evitar o contato destas crianças infectadas com gestantes. A transmissão do vírus é maior nos primeiros meses de vida e ocorre por meio de objetos recém contaminados pelas secreções nasofaríngeas, sangue, urina e fezes de recém-nascidos infectados.
10. Existe tratamento ou cura para a SRC?
Não existe tratamento específico para a SRC. Estas crianças necessitam tratamento cirúrgico para corrigir suas malformações e também requerem de reabilitação. Esta enfermidade pode provocar graves seqüelas e incapacidade nas crianças afetadas.

A campanha de vacinação

11. Quais são os objetivos da campanha nacional de vacinação do Brasil?
• Interromper a transmissão endêmica do vírus da rubéola mediante a realização de uma campanha nacional de vacinação nas coortes dos homens e das mulheres dos grupos de idade identificados com maior nível de susceptibilidade à rubéola no Brasil.

• Elevar o nível de imunidade ao sarampo nos grupos de adultos suscetíveis para consolidar a estratégia de eliminação desta doença no Brasil.

• Alcançar a meta de eliminação da rubéola e da SRC estabelecida para a região das Américas para o ano 2010.
12. Quando se realizará a Campanha Nacional de Vacinação no Brasil?
A campanha inicia no dia 9 de agosto com término em 12 de setembro do ano de 2008. O dia central será em 30 de agosto.
13. Quais são as pessoas que receberão a vacina? E qual o imunobiológico utilizado durante a campanha?
A aplicação da vacina será indiscriminada nos homens e nas mulheres de 20 a 39 anos em todas as 27 unidades federadas do Brasil. A vacina será a Dupla Viral (Sarampo e Rubéola), independentemente do antecedente de vacinação ou doença. Em cinco unidades federadas, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte a faixa etária será de 12 a 39 anos de idade. A vacina para o grupo etário de 12 a 19 anos de idade será a Tríplice Viral (Sarampo, Caxumba e Rubéola).
14. Qual a estimativa de pessoas vacinadas durante a campanha?
A população alvo da campanha é de 69.700.329 pessoas. Está composta por 61.875.626 homens e mulheres de 20 a 39 anos de idade de todo o País e 7.824.703 pessoas de 12 a 19 anos de idade dos estados do Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte. A meta é conseguir coberturas de vacinação de 100% em todos os municípios do Brasil.
15.Onde se vacinarão as pessoas?
Nos serviços público de saúde e através de equipes volantes de vacinação que irão aos locais de trabalho, colégios, universidades, empresas, fábricas, supermercados, centros comerciais, igrejas, rodoviárias, terminais de ônibus e trens, parques e centros recreativos, entre outros. Numa segunda etapa se fará o monitoramento da cobertura vacinal com visita casa a casa nas áreas definidas pela equipe local para garantir que 100% da população seja vacinada.
16. Por que toda a população alvo deverá ser vacinada independentemente do estado vacinal anterior e/ou antecedente de ter tido a doença? Quem tomou a vacina há pouco tempo deve se vacinar na campanha?
O caráter da campanha de vacinação é de realizar a eliminação da circulação do vírus da rubéola no País, assim a mesma deverá ser realizada de forma indiscriminada para a população alvo. Existem muitas doenças com manifestações idênticas à rubéola, pelo qual o antecedente de enfermidade exantemática não indica que a pessoa teve rubéola. A vacina é muito segura e a pessoa vacinada sempre terá um benefício: se não estiver protegida ficará imunizada e se já está protegida, reforçará seu nível de imunidade, tanto para rubéola como para sarampo.
17. Por que é necessário alcançar coberturas de vacinação de 100%?
Esta é uma campanha que tem como objetivo a eliminação da circulação do vírus em todas as localidades, necessitando vacinar 100% da população alvo.
18. Por que não está indicada a vacina contra a rubéola para os maiores de 40 anos?
Estudos de soroprevalência demonstraram que as pessoas maiores de 40 anos já estão protegidas, pois adoeceram em algum momento de suas vidas. Além disso, os surtos demonstram que as faixas etárias mais acometidas foram entre 12 a 39 anos, sendo a maior incidência de 20 a 29 anos (12,6/100000hab).
19. Mulheres que estão amamentando podem tomar a vacina contra rubéola?
Podem, por isso que a Coordenação Geral do Programa Nacional de Imunizações recomenda a vacinação no pós-parto e puerpério.
20. Quando o usuário não lembra se foi vacinado, e caso já tenha sido vacinado, uma outra dose pode ser aplicada se ele não possuir o cartão de vacinação?
Sim, na campanha, independente da história vacinal, ele deve ser vacinado, conforme a faixa etária indicada. Relembramos que é importante guardar consigo o cartão de vacinação. Ele é um documento de saúde de todo o cidadão.

A Vacina

21. Qual é a segurança e a eficácia da vacina?
A vacina RA 27/3 é muito segura e com uma eficácia maior que 95% em média. A resposta máxima de anticorpos se observa entre os 14 e 21 dias depois da vacinação e existem estudos que indicam que a imunidade se mantém por toda a vida. É uma vacina pré-certificada por organismos internacionais que cumpre todos os controles de qualidade e regulações nacionais.
22. Como se aplica a vacina?
A vacina aplica-se por via subcutânea, na região do deltóide na face ântero-lateral externa do antebraço.
23. A que temperatura se conserva a vacina?
Para garantir sua efetividade deve-se mantê-la em condições adequadas de refrigeração e conservação +2ºC a +8 ºC. Uma vez reconstituída deve-se administrar em um prazo máximo de 8 horas.
24. Quais os principais eventos adversos que a vacina contra a rubéola e sarampo pode apresentar?
Os principais eventos adversos que poderão apresentar são: febre e erupção cutânea leve (exantema) que surgem entre cinco a doze dias depois da vacinação (cerca 5% das pessoas susceptíveis). Artralgias e artrites transitórias ocorrem mais frequentemente em mulheres adultas e se iniciam entre uma e três semanas após a vacinação, com duração de um dia a três semanas. As manifestações são leves e desaparecem em poucos dias.
25. Quais situações indicam o adiamento da vacinação?
Pessoas com imunossupressão por doença ou terapêutica. Essa recomendação tem como justificativa a possibilidade de não ocorrer resposta imunogênica. Pacientes com enfermidades graves febris, justificando-se o adiamento para que seus sinais e sintomas não sejam atribuídos ou confundidos com possíveis eventos adversos relacionados à vacina. As mulheres grávidas devem receber a vacina contra rubéola após o parto ou no pós-aborto. Importante informar que: a administração inadvertida durante a gestação não indica a interrupção da gravidez.
26. Se o usuário estiver tomando algum tipo de medicamento (antibiótico) pode se vacinar contra rubéola?
Sim. A contra indicação à vacina é orientada em caso de pessoas com antecedente de reação anafilática sistêmica após uso de neomicina ou dose prévia de vacina contra rubéola/sarampo. Entende-se por reação anafilática sistêmica a reação imediata (urticária generalizada, dificuldade respiratória, edema de glote, hipotensão ou choque) que se instala habitualmente na primeira hora após o estímulo do alérgeno.
27. Uma pessoa vacinada na infância pode manifestar a doença quando adulta?
Se a pessoa apresentou resposta imune após a primeira dose, terá proteção duradoura, provavelmente para a vida toda.
Fonte de pesquisa: extraido do Portal Brasil Livre da Rubeola, disponivel em http://www.brasillivredarubeola.com.br/rubeola.php#this, aceso em 10 de Setembro de 2008

 

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

A maior esperança


A maior esperançaA virgem Maria soube por intermédio de um anjo que seria a mãe do Messias e se preparou espiritualmente para Sua chegada. Entoando uma suave canção, ela expressou seu sentimento de alegria pela bendita esperança: "Minha alma engrandece ao Senhor e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador" (Lucas 1:46, 47).

Ela esperava que Jesus, na qualidade de libertador pessoal, trouxesse felicidade a todos que prestassem atenção às Suas palavras (João 2:5). Maria sabia que o Salvador aliviaria o sofrimento, curaria enfermos, animaria pessoas tristes e restituiria a vida. Ele próprio declarou o objetivo de Sua missão: "Eu vim para que tenham vida, e a tenham plenamente" (João 10:10).

"Pois Deus enviou o Seu Filho ao mundo, não para condenar o mundo, mas para que este fosse salvo por meio dEle" (João 3:17). Portanto, o Filho de Deus não veio com o propósito de julgar, apontar falhas, nem condenar e lançar pecadores num lago de fogo e tormento. Ele veio para salvar o mundo.

A morte de Cristo na cruz deu a você a oportunidade de ser feliz, pois abre seus olhos para a perspectiva de um futuro melhor. Você pode sair do casulo das suas limitações genéticas e adquiridas e conseguir realizar os sonhos mais sublimes do coração.

Enquanto esteve por aqui, com carisma Jesus atraiu muita gente. Multidões queriam estar junto do Salvador para obter vida. Embora Cristo tenha alimentado, curado e ressuscitado seres humanos, com o passar do tempo a fome, a doença e a morte voltaram para aquelas pessoas. A vida na Terra continua sob o efeito do pecado; por isso, Ele prometeu nos tirar daqui:
"E se Eu for e lhes preparar lugar, voltarei e os levarei para Mim, para que vocês estejam onde Eu estiver" (João 14:3). Esteja certo de que Ele não vai demorar: "Pois em breve, muito em breve, Aquele que vem virá, e não demorará" (Hebreus 10:37). E ainda mais: "Eis que Ele vem com as nuvens, e todo olho O verá (Apocalipse 1:7).
Habitar com Deus é a garantia que se pode ter para desfrutar a vida sem as conseqüências danosas do pecado. Essa promessa contém a maior esperança da humanidade: "Deus habitará com eles. ... E lhes enxugará dos olhos toda lágrima, e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras coisas passaram" (Apocalipse 21:3, 4).

A Bíblia diz para você encarar o assunto com determinação: "Porque a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens. Ela nos ensina a renunciar à impiedade e às paixões mundanas e a viver de maneira sensata, justa e piedosa nesta era presente, enquanto aguardamos a bendita esperança: a gloriosa manifestação de nosso grande Deus e Salvador, Jesus Cristo. Ele Se entregou por nós a fim de nos remir de toda a maldade e purificar para Si mesmo um povo particularmente Seu, dedicado à prática de boas obras" (Tito 2:11-14).
Assim como Maria celebrou com alegria e fez preparativos espirituais para a primeira vinda de Cristo, chegou a hora de você seguir o exemplo dela em relação ao retorno do Salvador do mundo. Vale a pena acreditar na concretização da maior esperança e dizer com otimismo: "Vem, Senhor Jesus!" (Apocalipse 22:21).
Só existe uma condição para que você concretize essa esperança: aceitar a Jesus como seu Salvador pessoal. Ele está ansioso para transformar sua vida e tirar você deste mundo cheio de violência, corrupção e insegurança.

Portanto, prepare-se para a mais sensacional viagem espacial de todos os tempos, porque Jesus logo virá a este planeta escuro para conduzir você aos "novos céus e nova terra, onde habita a justiça" (2 Pedro 3:13).  

Paulo Roberto Pinheiro

 
 
 
Fonte de pesquisa: Extraido do Portal Viva com Esperança, disponivel em <http://www.esperanca.com.br/>, acesso em 02 de Setembro de 2008



 

domingo, 7 de setembro de 2008

Esperança para viver

Esperança para viverTodo fim de semana prolongado fala de alegria e tristeza. Alegria, por causa do encontro de amigos e familiares; tristeza, pelo elevado número de acidentes que matam, ferem e mutilam pessoas ansiosas por desfrutar as boas coisas da vida.

É interessante observar que, em 75% dos acidentes com vítimas fatais, o motorista está alcoolizado. Uma atitude preventiva pode evitar que um inocente feriado se torne um campo de batalha, onde centenas de pessoas se despedem da vida.

Ao mesmo tempo em que percebemos na prática de muitas populações o descaso com a vida, um grito ecoa dos laboratórios que estudam a longevidade: "Viver mais e melhor e, se possível, não morrer." Aubrey De Grey, geneticista da Universidade de Cambridge, é um dos maiores defensores da tese de que é possível ao ser humano viver mais de mil anos. Para Grey, "em algum momento no futuro, com a medicina cada vez mais poderosa, seremos capazes de tratar o envelhecimento com a mesma eficiência com que tratamos muitas doenças atualmente".

Enquanto a ciência corre em busca da vacina para a morte, imprudência, genética ou falta de prevenção continuarão a ceifar a vida das pessoas que amamos, e a nossa também. Podemos fazer algo para esticar um pouco mais a própria vida? Claro: cultivar o bom humor, amar o próximo, preocupar-nos menos, escolher alimentos saudáveis, beber água limpa, não tomar bebidas alcoólicas, não fumar, dormir mais cedo, fazer exercícios físicos e entregar a vida nas mãos de Deus.

De qualquer forma, quando a morte chegar para alguém a quem você muito ama, lembre-se de que Deus tem um excelente plano para sarar a sua dor. Esse plano é melhor do que jogar um corpo morto num tubo e congelá-lo a 196 graus negativos à espera do dia em que os médicos o ressuscitem. O plano divino foi revelado nas palavras de Jesus Cristo: "Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em Mim, ainda que morra, viverá" (João 11:25).

Jesus Cristo ressuscitou no terceiro dia após Sua morte na cruz, e isso tem implicações para a nossa vida. "Por Seu poder, Deus ressuscitou o Senhor e também nos ressuscitará" (1 Coríntios 6:14). A crença na ressurreição dos mortos é essencial porque "Se é somente para esta vida que temos esperança em Cristo, somos, de todos os homens, os mais dignos de compaixão" (1 Coríntios 15:19).

Crer na ressurreição traz conforto. "Irmãos, não queremos que vocês sejam ignorantes quanto aos que dormem [João 11:11], para que não se entristeçam como os outros que não têm esperança. Se cremos que Jesus morreu e ressurgiu, cremos também que Deus trará, mediante Jesus e com Ele, aqueles que nEle dormiram. ... E os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro" (1 Tessalonicenses 4:13,14,16).

Viver um pouco mais aqui, tudo indica, depende muito de nós mesmos. Entretanto, o que nos aguarda ao fim de mais 10, 20 ou 30 anos que consigamos adicionar ao nosso calendário? A escuridão da morte? Woody Allen, cineasta americano, reagiu com grosseria quando lhe disseram que os seus filmes o imortalizariam: "Não quero ser imortal por meio de minha obra. Quero atingir a imortalidade por não morrer."

Você também quer ser imortal? Só Jesus Cristo pode oferecer vida plena, sem limite: "E quem vive e crê em Mim, não morrerá eternamente" (João 11:26). Você só precisa crer nEle como seu Salvador e aceitá-Lo como o Senhor de sua vida e de sua esperança. Essa atitude garante vida eterna quando Jesus voltar e a certeza de que "Ele enxugará dos seus olhos toda lágrima. Não haverá mais morte, nem tristeza, nem choro, nem dor" (Apocalipse 21:4).

Francisco Lemos

 
 
 
Fonte de pesquisa: Extraido do Portal Viva com Esperança, disponivel em <http://www.esperanca.com.br/>, acesso em 02 de Setembro de 2008



 

sábado, 6 de setembro de 2008

Esperança para o planeta

Esperança para o planetaNos últimos anos, o mundo inteiro passou a falar sobre ambiente e "ecologia", palavra criada em 1869 pelo cientista alemão Ernst Haeckel. Hoje, o tema está em capas de revistas, notícias da TV, eventos artísticos, livros, filmes, documentários...
Porém, o interesse pelo assunto não tem a ver apenas com um novo nível de conscientização. A questão é que o planeta começou a apresentar inúmeros problemas, em resposta às agressões que vem recebendo. Se alguns achavam que a mídia estava fazendo sensacionalismo, fenômenos como o aquecimento global não deixam dúvida de que algo sério está acontecendo.

Sem apelar para o discurso do caos, devemos prestar atenção aos sinais de alerta de que nem tudo está bem. Entre esses sinais estão o efeito estufa, o aquecimento global, a chuva ácida, o derretimento das geleiras, a crise de água, a revolta da natureza, a destruição da biodiversidade, o consumo desequilibrado, a contaminação do ar e o aumento da desertificação.

Diante da situação, o que você tem feito? Há um avanço em termos de documentos e ação global, já que problemas globais exigem soluções globais. Os países e as empresas estão se tornando cada vez mais ambientalmente responsáveis. Porém, cada um pode dar sua contribuição. O fato de você não poder fazer tudo não significa que não deva fazer nada.

Como bons cidadãos, devemos preservar o planeta para as novas gerações. E, como cristãos, somos chamados a promover o princípio do cosmos e não do caos, da proteção e não da destruição, do cuidado e não do estrago. Afinal, quem destrói a criação está na contramão da ação divina. Por isso, como diz João em Apocalipse 11:18, está chegando o tempo de Deus destruir "os que destroem a terra". Se você quiser continuar vivendo no planeta do futuro, tem de aprender a preservá-lo desde agora.
A boa notícia é que, além de nossas iniciativas "verdes", podemos contar com uma ajuda essencial. Num livro recente, os ambientalistas americanos Ted Nordhaus e Michael Shellenberger sugerem que a salvação do planeta está na tecnologia. Em parte, eles têm razão. Mas a grande esperança vem de outra fonte.

A Bíblia apresenta o sonho de um novo mundo com ar puro, água vivificante e inesgotável, natureza exuberante, ambiente perfeito. A Terra será recriada. Contudo, quem vai fazer isso é Deus, e não o ser humano. Deus é a verdadeira esperança para a crise do planeta.

No Gênesis, o primeiro livro da Bíblia, vemos o conceito de um jardim preparado para oferecer uma qualidade de vida excepcional. Todo o ambiente conspirava para o bem-estar. Com suas capacidades sensoriais, Adão e Eva deveriam apreciar as delícias do paraíso e viver para sempre. As coisas deram errado, como sabemos. Mas no Apocalipse, o último livro da Bíblia, vemos novamente a promessa de um ambiente perfeito, com acesso livre à fonte da vida.

Há várias maneiras de ler o Apocalipse. Uma delas é através da visão ecológica. No livro, dois sistemas são apresentados através do simbolismo de duas cidades: Babilônia (Roma) e a Nova Jerusalém. Uma cidade é exploradora, opressiva e injusta; a outra é pacífica, libertadora e justa.

Em Apocalipse 21 e 22, a Nova Jerusalém é retratada como uma capital gloriosa, onde as categorias originadas pelo pecado jamais entrarão. Não há exploração humana nem danificação do ecossistema. A paisagem urbana, enriquecida por uma arquitetura esplêndida, é embelezada por uma natureza exuberante, incluindo a árvore e o rio da vida. O essencial para a vida é oferecido de graça. A cidade eterna promove reconciliação, justiça e cura.
Esse mundo incrível é para você, que faz parte do sonho de Deus.

Marcos De Benedicto


 

 
 
 
Fonte de pesquisa: Extraido do Portal Viva com Esperança, disponivel em <http://www.esperanca.com.br/>, acesso em 02 de Setembro de 2008



 

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Esperança para eliminar a corrupção


Esperança para eliminar a corrupçãoEla está presente, mesmo que nem sempre a notemos. Os que a praticam fazem tudo o que é possível para ocultá-la; porém, mais cedo ou mais tarde, seus efeitos aparecem.

Infelizmente, ela faz parte da sociedade em que vivemos. Com muita freqüência, os meios de comunicação divulgam escândalos que estouram em esferas governamentais ou empresariais, manchando a imagem de dirigentes e instituições. Às vezes, constatamos por experiência própria a dolorosa realidade da corrupção.

Segundo o Barômetro Global da Corrupção 2007, elaborado pela Transparência Internacional, as perspectivas não são animadoras. Essa pesquisa de opinião pública, que ouviu sessenta mil pessoas em sessenta países, revela o aumento desse flagelo em praticamente todos os continentes. Aproximadamente uma em cada dez pessoas no mundo pagou um suborno no ano passado.

De acordo com a pesquisa, a metade dos entrevistados – número significativamente superior ao de quatro anos atrás – prevê que a corrupção, em seu país, aumentará em pouco tempo. Além disso, a mesma porcentagem dos entrevistados acha que os esforços de seus governos na luta contra a corrupção são ineficazes.

A corrupção tem efeitos destrutivos. Abala as instituições, corrói a ética, desvirtua a justiça, impede o desenvolvimento econômico/social sustentável e enfraquece a vigência da lei.

Existe esperança diante dessa onda de corrupção? Em última instância, a corrupção tem origem no egoísmo do coração humano. Para eliminá-la, é necessária a transformação do indivíduo, o que só Deus pode fazer. Só Cristo pode perdoar o mal que praticamos no passado, encher-nos de Seu amor abnegado e ajudar-nos a viver para servir aos nossos semelhantes. Tudo o que Ele pede é que nos arrependamos de nossos pecados, confessando-os humildemente diante dEle, entregando nossa vida para obedecer-Lhe daqui para a frente.

Deus pode nos conceder forças para sermos íntegros em todas as circunstâncias, mesmo que a maioria das pessoas faça o contrário. Seu poder transformador está à disposição de todos, a fim de substituir nosso egoísmo e nossa ambição por Seu amor solidário.

Infelizmente, nem todos aceitam esse poder, porque nem todos desejam mudar. Deus respeita a liberdade do ser humano e não obriga ninguém a viver honestamente. Chegará, porém, o tempo em que, finalmente, a justiça será feita, porque "Deus é um juiz justo" (Salmo 7:11). Cristo prometeu que retornará à Terra em glória e majestade, "e então recompensará a cada um de acordo com o que tenha feito" (Mateus 16:27).

A segunda vinda de Jesus porá fim definitivo à corrupção, porque destruirá os que preferem viver com egoísmo e, por isso, recusam a oferta divina de perdão e transformação. Ao mesmo tempo, o Senhor reunirá todos os que aceitarem Sua salvação e os levará ao Reino eterno de Deus, onde habita a justiça.
O aumento da corrupção nos mostra a proximidade da segunda vinda de Cristo. O apóstolo Paulo advertiu que, "nos últimos dias, sobrevirão tempos terríveis. Os homens serão egoístas, avarentos" (2 Timóteo 3:1, 2).

Você não precisa desanimar, mesmo que a impunidade reine momentaneamente. Fique firme ao lado do que é correto e aguarde pacientemente a vinda do Senhor. Cristo logo voltará!

Carlos A. Steger

 
 
 
Fonte de pesquisa: Extraido do Portal Viva com Esperança, disponivel em <http://www.esperanca.com.br/>, acesso em 02 de Setembro de 2008



 


quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Esperança para a paz social

Esperança para a paz socialA introdução deste texto está nos jornais de hoje, estava também no noticiário de ontem ou de quando você quiser. Facilmente você vai se lembrar de fatos recentes ou mais antigos, alguns ocorridos perto, outros longe de você. A comunicação hoje é tão fácil e envolvente que não permite a ninguém ficar alheio aos acontecimentos, principalmente os chocantes.
No fundo, temos de concordar com Konrad Lorenz, que classificou como "processo apocalíptico" o desaparecimento das qualidades e faculdades mais nobres do ser humano. Todos nós somos reféns do medo, rodeados pelos vícios, assistindo a todo tipo de degradação e destruição.

A humanidade está em perigo. A idéia de conseguir tudo o mais depressa possível (seja em nível individual ou entre os povos) está reduzindo as relações humanas a uma condição de selvageria.

Após o assassinato do menino João Hélio, de 6 anos, no Rio de Janeiro (ele morreu arrastado pelas ruas da cidade, preso a um cinto de segurança, depois que assaltantes tomaram o carro da família), o especialista em ética Peter Singer, da Universidade de Princeton, Estados Unidos, declarou: "Quando pessoas supostamente normais cometem barbáries como essa, é sinal de que a sociedade perdeu o controle de si mesma e as pessoas não têm mais a noção de certo e errado."

Se focássemos apenas os problemas, teríamos razões de sobra para concluir que não há solução para a humanidade. Entretanto, a boa notícia é que há esperança para a sociedade doente. A solução vem de fora de nós mesmos. As providências foram tomadas por Deus. O plano está exposto na Bíblia. E é a razão para a nossa esperança.
Esse é o principal objetivo da Palavra de Deus, conforme está escrito em Romanos 15:4: "Pois tudo o que foi escrito no passado, foi escrito para nos ensinar, de forma que, por meio da perseverança e do bom ânimo procedentes das Escrituras, mantenhamos a nossa esperança." Nesse mesmo capítulo, o apóstolo Paulo reafirmou: "Que o Deus da esperança os encha de toda alegria e paz, por sua confiança nEle, para que vocês transbordem de esperança, pelo poder do Espírito Santo" (Romanos 15:13).
Esse mesmo apóstolo sintetizou de maneira clara a estratégia para a nossa redenção: "Assim, permancecem agora estes três: a fé, a esperança e o amor. O maior deles, porém, é o amor" (1 Coríntios 13:13).

Como você percebeu no verso acima, o ponto de partida é a , ou seja, depender de Deus e aceitar um plano de salvação incompreensível, mas absolutamente real e eficaz. O objetivo é o amor a Deus e entre as pessoas. E a ponte entre a fé e o amor é a esperança. Mas a Bíblia afirma que, acima de toda e qualquer esperança em relação ao futuro deste mundo, está a "bendita esperança" (Tito 2:13), que é a segunda vinda de Jesus. Ele mesmo prometeu: "Voltarei" (João 14:3).  

Márcio Dias Guarda

Sugestões
1. Alimente a chama da esperança. Uma forma interessante de fazer isso é através do estudo da Bíblia. Ali, como em nenhuma outra fonte, a história da humanidade não só está sintetizada, mas adequadamente suprida com as providências já tomadas por Deus e também com informações claras e confiáveis a respeito da solução divina, final e definitiva, para os problemas humanos.
2. Participe. Como você tem informações privilegiadas a respeito do futuro, dos planos de Deus, promova e participe de ações para melhorar as condições sociais de sua comunidade e ajudar a prepará-la para o futuro.
3. Não se desespere. Você não está sozinho nessa missão. O mais importante já foi realizado. Deus, os anjos do bem e milhões de pessoas estão empenhados em tarefas que convergem para o mesmo objetivo. E logo, muito em breve, nossa esperança se concretizará.

 
 
 
Fonte de pesquisa: Extraido do Portal Viva com Esperança, disponivel em <http://www.esperanca.com.br/>, acesso em 02 de Setembro de 2008






quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Esperança para a família


Esperança para a famíliaMarcela não pôde conter as lágrimas. Parecia não existir explicação para o fato de que seu casamento se transformara em cinzas. Mãe de três filhos, profissional bem-sucedida, respeitada entre seus colegas e vizinhos, ela sempre acreditou que as diferenças com seu esposo não passavam de algumas palavras ásperas e descontentamentos passageiros. De repente, seu mundo veio abaixo. Carlos, o esposo, achava que precisava de tempo para "pensar". Um de seus filhos passou a andar com maus companheiros e os outros não iam bem no colégio. Por causa desses problemas, ele decidiu abandonar o lar. "Como cheguei a esta situação?" ele perguntava.

As relações familiares, atualmente, estão sob fortes pressões e conflitos. Essa crise que afeta os pais repercute e se amplia nos filhos, que estão sob fogo cruzado. A violência infantil, o uso de drogas e a rebeldia dos adolescentes são algumas das conseqüências. Quando as relações familiares entram em crise, todo o indivíduo é afetado. Torna-se difícil agir racionalmente. Os sentimentos se descontrolam, causando angústia, medo, ira e depressão. Talvez as cenas descritas acima não lhe sejam estranhas e retratem parte da dor que você está sofrendo.    

A família é o único espaço que pode nos dar segurança. Quando, porém, essas relações fracassam, o resultado é dor, sofrimento e tristeza. As feridas abertas na família podem sangrar por toda a vida.

Em meio a um panorama tão escuro e desalentador, como é possível encontrar a chave da felicidade na família? Existe esperança para as crises familiares?
Angustiada, Marcela atendeu ao conselho de uma amiga e buscou força e auxílio em Deus. Começou a freqüentar uma igreja próxima de sua casa e pediu ao esposo que lhe perdoasse. Ele voltou para casa e logo toda a família passou a ir à igreja. "Deus salvou minha família e me transformou. Agora, até o relacionamento com meus filhos mudou", disse Marcela.

A Bíblia menciona que Deus não somente Se preocupa com cada pessoa individualmente, mas também com nossa vida familiar. Por isso, na criação, Ele estabeleceu duas instituições importantes: a família (Gênesis 2:23, 24) e o sábado como dia de repouso (Gênesis 2:1-3). A família é o núcleo básico da sociedade, o o lugar em que devemos nos sentir amados e felizes. O sábado é o dia em que os membros da família devem estar juntos para adorar e honrar o Criador (Isaías 58: 13,14). Deus conhece muito bem aquilo de que necessitamos para sermos felizes. "Eu sou o Senhor, o seu Deus, que lhe ensina o que é melhor para você, que o dirige no caminho em que você deve ir" (Isaías 48:17). Apesar de nossos erros, Ele nos ama continuamente, desejando sempre o melhor para nossa família. "Eu [o] amei com amor eterno; com amor leal [o] atraí" (Jeremias 31:3).

Deus jamais Se afasta de nós. Devemos buscá-Lo com todas as nossas forças. "Vocês Me procurarão e Me acharão quando Me procurarem de todo o coração", afirma o Senhor (Jeremias 29:13).   

Depois de um estudo realizado com milhares de casais, os pesquisadores descobriram que os casamentos em que os cônjuges oram a Deus e dedicam tempo para ler a Bíblia juntos, têm 90 a 95% de possibilidade de sobreviver.

Entretanto, a maior esperança para você e sua família se encontra no breve retorno de Jesus a este mundo e na Nova Terra que Ele prometeu, onde "estaremos com o Senhor para sempre" (1 Tessalonicenses 4:17). Ali será realizada a grande reunião da família de Deus, e todos os seus membros viverão para sempre em completa harmonia.

Marcos Blanco

Avalie sua família
1. Como está a comunicação entre os membros de minha família?
2. Eu e meu cônjuge nos entendemos quanto à educação de nossos filhos?
3. Quais são nossos pontos fortes?
4. Em que aspectos precisamos melhorar?
5. Sabemos perdoar um ao outro?

 
 
 
Fonte de pesquisa: Extraido do Portal Viva com Esperança, disponivel em <http://www.esperanca.com.br/>, acesso em 02 de Setembro de 2008