terça-feira, 16 de março de 2010

O México por Dentro

Localizado na América Central, entre os Estados Unidos e Belize, o México é um local próprio para férias, com dois litorais – do Caribe, a leste, e do Pacífico, a oeste. É o décimo primeiro país mais populoso e o de maior população de fala espanhola do mundo. Sua capital, a Cidade do México, é a terceira área urbana mais populosa do mundo.
 
Embora o espanhol seja a língua oficial do México, cerca de 16% da população fala apenas um dos dialetos indígenas encontrados em todo o país.
 
O que hoje é o México foi território de três avançadas civilizações ameríndias: Maias, Toltecas e Astecas. Acredita-se que essas civilizações desenvolveram sua própria agricultura, cultivavam milho e estudavam matemática e astronomia. 
 
Em 1519, exploradores e colonizadores espanhóis fundaram Nova Espanha que, por três séculos, foi colônia espanhola. Durante esse tempo, o catolicismo romano cresceu no país. Gradualmente, a Espanha colocou a maior parte do controle do país nas mãos da Igreja Católica. Em 1810, o México declarou sua independência da Espanha, detonando uma guerra de onze anos, que criou o Primeiro Império Mexicano, de curta duração. Em 1857, a constituição tirou o controle da Igreja Católica sobre o governo do estado. Em 1929, Plutarco Elías Calles fundou o que se tornou o Partido Revolucionário Institucional (PRI). Esse partido governou o México pelos setenta anos seguintes.
 
A desvalorização do peso, moeda mexicana, nos anos 1990, empurrou o país para a pior recessão econômica em mais de 50 anos. Hoje, a nação continua sua impressionante recuperação, embora haja freqüentes problemas com desemprego, baixos salários e desigualdade na distribuição de renda. Em 2000, Vicente Fox, do Partido de Ação Nacional (PAN), derrotou o candidato do PRI pela primeira vez desde 1929, na maior eleição livre da história do México, segundo alguns analistas.

Nenhum comentário: