terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Goa: o irmão perdido do Brasil na Índia.

Ola,
Eu conheci pela Internet um rapaz muito simpático, o nome dele é: Basil. Ele é índiano.
Ele mora em um estado indiano chamado Goa, e o mais surpreendente é que esse estado ja foi uma colónia portuguesa em plena Índia. E consequentemente todos utilizavam o português como língua oficial.
Hoje poucas pessoas ainda falam português nesse pedacinho da Índia.

***





Goa é um estado da Índia. Situa-se entre Maharashtra a norte e Karnataka a leste e sul, na costa do Mar da Arábia, a cerca de 400 km a sul de Bombaim.
É o menor dos estados indianos em território e quarto menor em população, e o mais rico em PIB per capita da Índia.
Goa foi cobiçada por ser o melhor porto comercial da região. Goa foi cobiçada por ser o melhor porto comercial da região. A primeira investida portuguesa deu-se em 1510, de 4 de Março a 20 de Maio. Nesse mesmo ano, em uma segunda expedição, a 25 de Novembro, Afonso de Albuquerque, auxiliado pelo chefe hindu Timoja, tomou Goa aos árabes, que se renderam sem combate, por o sultão se achar em guerra com o Decão.
Os governadores portugueses da cidade pretendiam que fosse uma extensão de Lisboa no Oriente e para tal criaram algumas instituições e construíram-se várias Igrejas para expandir o cristianismo e fortificações para a defender de ataques externos.
Em Dezembro de 1961, a União Indiana invadia os territórios de Goa, Damão e Diu. No entanto, Salazar recusava-se a reconhecer a soberania indiana sobre os territórios, mantendo-os representados na Assembleia Nacional até 1974, altura em que se deu a Revolução dos Cravos. A partir de então, Portugal pôde restabelecer as relações diplomáticas com a Índia, começando pelo reconhecimento da soberania indiana sobre o antigo Estado Português da Índia. No entanto, aos seus habitantes que o pretendessem foi dada a possibilidade de manterem a cidadania portuguesa.

Nenhum comentário: