Como se celebra o natal na China

Para os países maioritariamente católicos, o natal é sem dúvida o acontecimento mais importante do ano. Nele celebramos o nascimento de Jesus num ambiente de alegria que começa várias semanas antes do 25 de Dezembro e culmina com a chegada dos Reis Magos a 7 de Janeiro. Mas, claro que no mundo nem todas as nações podiam contar com as mesmas tradições, por isso quando o natal se aproxima costumamos perguntarmo-nos como o passarão os países de culturas diferentes que se encontram tão longe de nós.

A China é um país com uma minoria católica, pelo que o natal não é uma festa importante. Para este povo a verdadeira celebração é o fim do ano lunar, em que o país inteiro se reúne em família para dar as boas vindas ao novo ano com um impressionante show de fogo de artifício. Então, mas acontece algo no natal nesta nação?

Sim. Claramente as famílias católicas, como acontece neste lado do mundo, reúnem-se para celebrar o nascimento de Jesus, partilham um jantar e os mais pequenos esperam pelos presentes que o Papai Noel trás.

Algumas famílias modernas que vivem sobretudo nas capitais, encontram também nesta festa comercial (para os não católicos) uma desculpa perfeita para se reunirem, jantar juntos e partilhar alguns presentes. No entanto, não há um conceito de união, paz ou espiritualidade como nos outros países do mundo, é mais uma festa claramente comercial.

Os centros comerciais turísticos e as cadeias de supermercados internacionais decoram as suas montras, colocam músicas de natal e fazem os estrangeiros católicos viverem o ambiente natalício a que estão acostumados nesta época. No entanto, o 25 de Dezembro não é feriado nem se celebra realmente nada de especial.

Muitos grupos de jovens saem para jantar juntos em locais de comida internacional para se divertirem um pouco e contagiarem-se com o espírito de natal, que apesar de não fazer parte da sua cultura continua a ser uma grande desculpa para passarem um bom momento juntos.

Fonte: http://festa.umcomo.com.br/articulo/como-se-celebra-o-natal-na-china-4656.html

Comentários